in

O que é Inteligência emocional no trabalho: saiba como desenvolver

Inteligência emocional é uma das competências que são indispensáveis para lidar com as incertezas e mudanças que surgem na nossa vida. Para a psicologia, a inteligência emocional é a facilidade que uma pessoa têm para identificar suas emoções e sentimentos. E, com certeza, quanto mais facilidade uma pessoa tem para distinguir o que está sentindo, maior será a sua chance de saber lidar com o sentimento ou com esta emoção e também maior sua chance de conseguir manter o controle sobre o que está sentindo. 

Inteligência emocional um conceito que faz a diferença no mercado de trabalho

A inteligência emocional é vista como um grande diferencial e está entre as competências mais valorizadas no mercado de trabalho atualmente. Quem tem inteligência emocional consegue ter um raciocínio mesmo que esteja sob pressão (Pressionado)  e  mantêm o equilíbrio nas situações mais adversas.

Um profissional que têm está competência dificilmente vai ser visto como uma pessoas que têm o temperamento “explosivo”. Isso porque a Inteligência emocional ajuda a pessoa a gerenciar os seus sentimentos e comunicar de forma compreensível, sem grandes rompantes nas emoções, ou seja, sem gritaria, lágrimas e choros ou atitudes drásticas. 

Somente os líderes devem desenvolver inteligência emocional?

É comum ver a inteligência emocional como uma competência associada aos cargos de gestão e de liderança, como são chamados. Mas, essa competência  valoriza um profissional em todos os níveis que ele esteja, seja ele um jovem aprendiz, júnior, estagiário, sênior ou mesmo pleno. 

Quanto mais cedo uma pessoa desenvolve  inteligência emocional, mais ela vai saber lidar com as frustrações e terá uma comunicação com os seus sentimentos de forma adequada, a longo prazo, isso ajuda todo  profissional a se relacionar com os outros ou seja, ajuda e desenvolve outras competências  que são valorizadas pelas empresas, que são boa capacidade e motivação de se relacionar bem com as pessoas. 

Como ter inteligência emocional no trabalho

Se você é uma  pessoa que não é capaz de controlar as suas emoções e não consegue controlar suas reações, saiba que inteligência emocional é uma competência que pode e deve  ser desenvolvida. Apenas comece vamos.

Observe seu comportamento e suas reações

Este é o primeiro passo que você deve dar para desenvolver a inteligência emocional. Quando se deparar com um sentimento bom ou ruim, observe a sua reação mentalmente e física. É importante que você perceba como as suas reações impactam as outras pessoas e o ambiente em que você está trabalhando. Se a sua reação for uma reação má a uma crítica ou notícia, por exemplo, avalie com cuidado como você se sentiu, e o que pensou e o que fez por que reagiu  daquela forma. Esta é uma oportunidade para melhorar. 

Controle suas reações

No ambiente de trabalho, a impulsividade  não é uma boa amiga. Por isso,  importante que você saiba dominar todas as  suas reações. Quando perceber que está exaltado, não reaja imediatamente. Espere até que a nova emoção apareça e seja assimilada e você venha pensar  antes de falar qualquer coisa ou tomar qualquer uma atitude. A dica  importante especialmente é  quando a situação está relacionada aos sentimentos ruins como a raiva, insegurança, tristeza e medo. 

Desenvolva autoconhecimento e autoconfiança

Além de analisar o seu comportamento e as suas emoções, como abordamos no primeiro item da lista, para ter maior inteligência emocional é necessário se conhecer bem. Descubra quais são seus pontos fracos e fortes o que você consegue fazer muito bem e o que precisa ser melhorado. Ter um autoconhecimento desenvolve a autoconfiança, uma aliada a inteligência emocional. 

Aprenda a priorizar

Tudo muda nas empresas e, para não entrar em pânico, você precisa separar é uma urgência do que deve ser deixado para depois. Ter prioridades é muito importante especialmente para quem trabalha em um ambiente sob pressão de prazos e metas. Defina o que precisa vir em primeiro lugar.

Desenvolva sua resiliência 

A resiliência no trabalho significa ter a capacidade  de continuar inteiro ou inteira apesar de todas as  adversidades e da pressão que existe no ambiente de trabalho. Um profissional que é resiliente absorve os impactos da rotina e mantem o foco no que precisa ser feito. Além de também ser bastante valorizada pelas instituições empresariais, desenvolve a inteligência emocional. Comente e compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 competências de liderança que as empresas procuram

Como fazer uma entrevista de emprego? Veja algumas dicas