in ,

Peça demissão de forma correta

Quando é chegada a hora de tomar decisões importantes na nossa vida, isso envolve, muitas vezes, mudar de emprego. Seja qual for o seu motivo, ocorre que em muitas situações as pessoas não sabem pedir demissão, principalmente por terem medo de criar um clima de insatisfação e incômodo na empresa.

Uma boa notícia é que há formas de fazer isso sem prejudicar nenhum dos lados e ainda garantir o relacionamento com a empresa ou chefe e permaneça uma pessoa harmônica, independentemente do motivo que o levou a tomar esta decisão se desligar do trabalho.

Continue lendo o artigo e veja como pedir demissão da maneira correta.

1. Entenda todos os seus direitos

Caso queira formular o seu pedido de demissão, é muito importante ter em mente todos os seus direitos trabalhistas. Você terá direito a um salário proporcional a quantidade de dias que foram trabalhados no mês, décimo terceiro proporcional e as férias, com mais ⅓ proporcional, conforme a constituição federal.

Contudo, é preciso que você entenda todos os motivos que fazem você não querer continuar no seu emprego. Se deseja sair porque recebeu uma outra oferta muito interessante ou deseja mudar de ramo e pretende se mudar para uma outra localidade ou por um outro motivo diferente, você deverá formular um pedido de demissão.

Ocorre que muitas pessoas pedem demissão por terem uma conduta negativa relacionada à empresa como a falta de comprometimento do chefe, atrasos  de  salários ou qualquer outro motivo que viole a cláusula presente no contrato de trabalho. Nesse caso, você pode pedir uma rescisão indireta.

Isto porque a empresa deu causas para a sua indignação. Em prática, podemos dizer que é uma justa causa do empregador.

Se for este o caso, você ainda terá direitos como o saque do seu FGTS e da multa de 40% sobre o saldo respectivo. Por isso, é importante entender o que levou a querer pedir a demissão isto é essencial para ter clareza no que será devido, ao título de indenização e na hora da saída.

2. Converse com o seu chefe antes de avisar todo o resto da equipe

Não diga aos seus colegas de trabalho que você pretende pedir demissão antes de falar com o responsável do setor. Você pode começar a comentar com os colegas somente depois de avisar o seu chefe ou o gestor e de preferência não crie alarde.

Avise o seu chefe que tem algo muito importante para conversar e peça o desligamento da empresa pessoalmente. Fazer isso por e-mail não é muito profissional e o seu chefe não irá querer conversar com você de nenhuma forma.

Quando for conversar com o seu chefe, mantenha toda a calma possível, mostre-se uma pessoa amigável e explique todos os motivos do porquê você deseja sair da empresa. Seja uma pessoa honesta e, caso não haja o que fazer, o seu chefe irá entender.

3. Formalize o pedido de demissão

No momento em que for ter uma conversa com o chefe, escreva uma carta de demissão contento seu nome, data e todos os motivos da demissão e as condições que vão ser impostas, como o cumprimento do aviso prévio.

Peça a ele que assine e não deixe de fazer uma boa cópia. Guarde uma cópia com você até o momento da rescisão e a outra entregue ao gestor ou ao setor responsável pela gestão de pessoas. A carta pode ser escrita no computador ou a mão, mas deve ser legível e fácil para compreender.

4. Negocie a sua saída da empresa

Essa talvez é a parte mais difícil. Por um lado, o seu chefe pode pedir para que você trabalhe por mais algum tempo antes de pedir a sua demissão. Por outro, você deve estar com tudo pronto para começar em um novo emprego e colocar os planos em ação.

Em momentos como esse, converse e chegue a um acordo que seja benéfico para ambos os lados. Veja o quanto tempo esta empresa precisa do seu trabalho e se pode haver uma redução neste tempo. Se você já pediu a demissão, faça uma análise de quanto tempo é suficiente para manter-se no cargo, pois este tempo pode variar de função para função.

Se conseguiu um novo emprego, converse com o seu novo empregador para que  venham decidir uma data para o início de trabalho.

5. Cumpra o aviso prévio com seriedade

Depois de pedir demissão, com certeza vocês vão negociar o tempo do aviso prévio. Não é só porque você o pediu demissão que pode ir para a empresa e

ficar não fazer nada! Nesse caso, comprometa-se com o serviço. 

Gostou deste artigo comente e compartilhe!

2 Comments

Leave a Reply
    • Olá Gabrela, Obrigado, depende muito do seu tempo de serviço, esse é um caso que acho que vale a pena a consulta de um advogado profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Insatisfação no seu trabalho: veja agora 4 sinais que te indicam é hora de mudar de profissão.

Como crescer profissionalmente: Veja 5 passos